quarta-feira, janeiro 10, 2007

José Luís Nobre Costa

José Luís Nobre Costa (1948)

Para quem não conhece, toca guitarra portuguesa, e trabalha muitas vezes com o seu colega - também à guitarra portuguesa - António Parreira, e também com o violista Francisco Gonçalves. Dedica-se sobretudo a acompanhar fadistas como António Pinto Basto, João Braga, Rodrigo, Maria João Quadros, Frei Hermano da Câmara, Xico Fadista, e muitos outros. Juntos, estes músicos gravaram númerosos discos. Nem José Luís sabe ao certo quantos são!!

Conheci José Luís Nobre Costa no Museu do Fado [ver postagem Filhos de Guitarristas: António Parreira], e foi o meu primeiro professor de guitarra portuguesa. Foi em 2001, e nessa altura eu falava mal português, e mal sabia o que era Fado. No entanto, o facto de aprender a tocar Fado à guitarra portuguesa ajudou-me a entender melhor o que é Fado. É óbvio que não significa que, hoje, eu saiba tudo acerca do Fado, ainda estou a descobrir.
José Luís Nobre Costa ensinou-me a tocar alguns fados, e quando soube tocar mais ou menos bem alguns acordes de base, fui acompanhá-lo (eu como guitarrista aprendiz, porque na verdade estava a tentar acompanhar) no restaurante do Hipódromo do Campo Grande (já não me recordo do nome do restaurante) às quintas-feiras. Não foi fácil, sobretudo para alguém que não conhece (ou muito pouco) o Fado. O que não foi fácil: memorizar todos os fados que estavam a ser interpretados, eu, ao fim de algumas semanas achava que todos os fados eram "iguais"!!! por não conhecer a estrutura harmónica de cada um...
Aprecio a forma como José Luís Nobre Costa toca, tem uma interpretação delicada e musical. E por vezes, lá no hipódromo, quando não sabia mesmo como acompanhar então eu parava de tocar e punha-me a escutar José Luís a tocar, tentando tirar desta escuta alguma influência.
Aprender a tocar acompanhando este primeiro prof de guitarra foi uma excelente experiência (de muito poucos meses) e tenho pena que a vida me tenha dado um desvio - entre 2002 e 2006 - ao rumo do meu destino e que me tenha afastado um tempo do Fado.
José Luís Nobre Costa teve um aluno (colega meu do Museu do Fado) Dinis (não me recordo de seu apelido) quem acompanha em grande parte a fadista Maria João Quadros.

José Luís Nobre Costa aprendeu a tocar guitarra portuguesa em 1963 com Raúl Silva e Alfredo Rodrigues (o Recas), e profissionalmente, actua em várias casas de fado iniciando a sua actividade no restaurante O Faia (Bairro Alto, Lisboa), em 1969, acompanhando entre outros artistas Lucília do Carmo e o seu filho Carlos do Carmo e tocando ao lado de Fernando de Freitas. Igualmente - na sua estreia televisiva - acompanha Alfredo Marceneiro num programa televisivo, no mesmo ano. Pouco antes (1967?, 1968?) já tinha gravado o seu primeiro disco. Ainda, nesta década, participou num conjunto Os Feiticeiros (com guitarristas, violistas e cantores de fado) actuando n'O Pote e n'A Alga. Durante a década de 1970, prossegue a sua actividade na Taverna do Embuçado (recentemente em obras) aperfeiçoando-se ao lado do guitarrista José Fontes Rocha, e mais tarde actua com regularidade no Forte D. Rodrigo e no bar Arreda; e pelo convinte do violista Raúl Silva toca no Casino Estoril de 1971 até 1994. Ainda na década de 1970 actua em programas da Emissora Nacional. As suas referências guitarrísticas constam, além dos guitarristas citados, Jaime Santos, e José Nunes.

4 comentários:

skywriter disse...

exelente blog sobre os virtuosos parabens

Regina disse...

Obrigada!
Prá próxima vou ver se faço outro sobre outros virtuosos... os do rock...

sons disse...

Olá ja agora vou deixar aqui um site de um ;FADISTA-GUITARRISTA-AUTOR COMPOSITOR E CONSTRUTOR DA GUITARRA PORTUGUESA.(SENDO UNICO NA SUA ARTE FADISTA O MAIS COMPLETO). www.carlosmacedo.net .Ainda a ser carregado pois saõ simplesmente 40 e alguns anos de carreira e só fado .Bem Haja espero que goste. UM SANTO E FELIZ NATAL MUITA SAUDE E AMOR NO SAPATINHO ,para todos artistas e claro para quem divulga o que é nosso( FADO)PARABÉNS

Regina disse...

Olá "Sons"...

Desculpe pelo atraso... Nunca mais actualizei os meus blogues, já lá vão 2 anos...
Agradeço o seu comentário e info. E viva o Fado !