quarta-feira, novembro 22, 2006

Casimiro Ramos

Casimiro Ramos
(1901-1973)

No seu Blog (http://sentidodeamor.blogspot.com/2006/05/guitarra-portuguesa.html) Vermelhinha disse:

"Este senhor [Casimiro Ramos] foi guitarrista nas casas de fado em Lisboa e acompanhou grandes vozes do fado português."

Também convém não esquecer que foi um compositor de grandes fados "clássicos" como o Fado Três Bairros, Fado Fé, Fado Pinóia, Cantigas e Beijinhos, Sou tua, ..., também foi compositor de guitarradas como Balada da Saudade, Nocturno, Ajudense, Dança Portuguesa, Alvorada, e sabia criar melodias súblimas e tocá-las com delicadeza.
Dos fadistas e público, era considerado um guitarrista "brilhante".
Casimiro Ramos como o seu irmão Miguel Ramos, ambos filhos de Francisco Ramos, pertenciam à família com a alcunha "Pinóia"... daí o Fado Pinóia.
Esses dois irmãos também participaram no primeiro filme de cinema português em 1933 Canção de Lisboa com entre outros artistas Vasco Santana, António Silva e Beatriz Costa. Neste filme, os irmãos Pinóia acompanham a fadista Maria Albertina, e Vasco Santana em dois fados tradicionais.

2 comentários:

Vidal disse...

Olá Regina,

Gostei do Blog sobre o meu avô mas comparado com o do meu tio Miguel está muitos pontos abaixo. Muito mais haveria que escrever pois a sua carreira foi fascinante. Por volta dos meus 20 anos, era eu que o conduzia todos os dias para o seu posto de trabalho ( A Tipoia).Tinha-me oferecido uma "arastadeira" para o efeito. Adorava o meu avô e era com prazer que o levava pois podia privar com toda a comunidade de músicos e fadistas que sempre o rodeavam. É difícil descrever todo aquele ambiente que transpirava talento!
Tentei aprender com ele, que ainda me ensinou alguns acordes, mas a sua morte aos 73 anos impediu a concretização desse desejo. Antes a sua vida agitada não lhe permitia estar disponível para me ensinar.
Deixou-me a sua guitarra que guardo religiosamente.
Orlando Ramos Vidal

ose disse...

olá orlando eu sou o josé carvalhinho, finho do francisco carvalhinho, e toquei 3 anos com o seu ( nosso ) avô na tipoia, tinha eu 15 anos. foi quando o nicolau neves foi para a américa.tenho grandes saudades dele pois era um amigo, e um senhor como já não há. lembro-me que voçê o ia levar e buscar com um mini. ok foi um prazer e até um dia, se quizer passe no marqês da sé que eu toco lá e conversamos ok? grande abraço